A disponibilidade do iPhone 14 Pro melhora após a temporada de Natal BGR

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

Há um mês, conseguir um iPhone 14 Pro era quase impossível. Após um bloqueio maciço do COVID-19 na maior fábrica de iPhone, a Foxconn não conseguiu atender à demanda, e a Apple alertou que conseguir um iPhone 14 Pro durante as férias seria problemático.

Embora a fabricante ainda queira colocar a produção em plena capacidade, os clientes já estão vendo a disponibilidade dos modelos do iPhone 14 Pro melhorar, já que colocar qualquer modelo online não leva mais de duas semanas agora (via 9to5Mac).

Além disso, segundo um Wall Street Journal relatório, uma análise do JP Morgan mostra que a disponibilidade dos modelos Pro mais recentes está quase de volta ao normal:

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

“A oferta está melhorando e avançando lentamente em direção à paridade com a demanda”, escreveu Samik Chatterjee, analista do JP Morgan, em nota aos investidores. Os tempos de espera para os consumidores americanos que encomendam os modelos mais recentes do iPhone Pro, que antes chegavam a 40 dias, melhoraram, de acordo com o JP Morgan.

Fundo

No início de novembro, a Apple afirmou que seria mais difícil conseguir um modelo do iPhone 14 Pro neste Natal. Pouco depois, com o aumento dos casos de COVID-19 na China, a maior fábrica de iPhone tentou atrair trabalhadores para a fábrica com bônus, que não pagou.

Essa falta de pagamento gerou um protesto violento na província de Zhengzhou, e milhares de trabalhadores, que ajudariam a manter a produção do iPhone 14, decidiram deixar a fábrica.

No início de dezembroReuters informou que a maior fábrica de iPhone da Foxconn retomaria a produção completa do iPhone 14 entre o final de dezembro e o início de janeiro.

“Atualmente, a situação epidêmica geral foi controlada, sendo novembro o período mais afetado”, disse a empresa em comunicado, acrescentando que começou a recrutar novos funcionários e está gradualmente “restabelecendo a capacidade de produção ao normal”.

Agora, com os últimos relatórios, sabemos que a produção está voltando ao normal. Embora a Apple envie pelo menos 10 milhões de modelos do iPhone 14 a menos do que o esperado, a empresa de Cupertino começará 2023 com o pé direito.

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯