A maior fábrica de iPhone quase volta à capacidade normal com o aumento da produção do 14 Pro

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

Depois de um mês e meio caótico, a maior fábrica de iPhone da Foxconn na província de Zhengzhou está de volta com 90% da capacidade, com cerca de 200.000 trabalhadores produzindo a mais nova linha do iPhone 14. Citando o executivo da Foxconn Vic Wang, Henan Daily (via Bloomberg) informa que, em 30 de dezembro, “a fábrica estava operando a 90% da capacidade de pico prevista no início do ano passado”.

Relatórios anteriores já indicavam que a Foxconn precisaria pelo menos até o final de dezembro até o início de janeiro para voltar à capacidade total de produção. Semana Anterior BGR relatou que a produção do iPhone 14 Pro aumentou, pois os clientes precisavam de apenas 1 a 2 semanas para obter qualquer modelo de iPhone 14 na loja online da Apple.

Fundo

No início de novembro, a Apple afirmou que seria mais difícil conseguir um modelo do iPhone 14 Pro neste Natal. Pouco depois, com o aumento dos casos de COVID-19 na China, a maior fábrica de iPhone tentou atrair trabalhadores para a fábrica com bônus, que não pagou.

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

Essa falta de pagamento gerou um protesto violento na província de Zhengzhou, e milhares de trabalhadores, que ajudariam a manter a produção do iPhone 14, decidiram deixar a fábrica.

No início de dezembroReuters informou que a maior fábrica de iPhone da Foxconn retomaria a produção completa do iPhone 14 entre o final de dezembro e o início de janeiro.

“Atualmente, a situação epidêmica geral foi controlada, sendo novembro o período mais afetado”, disse a empresa em comunicado, acrescentando que começou a recrutar novos funcionários e está gradualmente “restabelecendo a capacidade de produção ao normal”.

Agora, com os últimos relatórios, sabemos que a produção está voltando ao normal. Embora a Apple envie pelo menos 10 milhões de modelos do iPhone 14 a menos do que o esperado, a empresa de Cupertino está começando 2023 com o pé direito.

BGR continuará reportando sobre a cadeia de suprimentos da Apple e como está a produção de seus mais recentes gadgets.

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯