O novo recurso Notas do Flipboard traz conteúdo e conversas originais para o aplicativo

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

Cobrir a evolução do Flipboard ao longo dos anos – desde seu lançamento em 2010 e seus primeiros dias como um aplicativo lindo o suficiente para impressionar até mesmo Steve Jobs – tem sido um exercício às vezes fascinante ao observar uma das poucas empresas de tecnologia com a coragem para se refazer.

O Flipboard começou como uma revista social, construída em grande parte para permitir que você importasse conteúdo de seus feeds sociais para um belo formato semelhante a uma revista. À medida que gigantes sociais como o Facebook desativavam essas APIs, a empresa mudou sua ênfase para permitir que os usuários construíssem suas próprias revistas digitais a partir do conteúdo extraído da web. Mais tarde veio a capacidade de adicionar arquivos de vídeo e áudio, além do lançamento de feeds de notícias locais, Storyboards, Smart Magazines e muito mais.

A empresa nem mesmo está apegada à ortodoxia de seus nome mais – no iPhone, se preferir, você pode alternar a mecânica do usuário principal do aplicativo de uma virada de página para uma rolagem vertical semelhante ao Twitter. E enquanto os milhões de usuários do Flipboard foram orientados por anos a agregar o conteúdo de outras pessoas da web em suas próprias revistas, isso mudará bastante a partir de hoje com o novo Notes do aplicativo e recursos voltados para a comunidade.

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

Novas ‘Notas’ do Flipboard

É certamente um lançamento oportuno, dada a agitação no Twitter nos últimos dias e semanas, com muitos usuários frustrados com as mudanças que agora estão procurando plataformas alternativas para migrar.

Estamos apresentando uma nova maneira de iniciar conversas e construir uma comunidade em suas revistas Flipboard. Clique ou toque no novo “ícone de criação” para…

📝 Faça anotações

🖼️ Adicione imagens

🔔 Notifique outras pessoas para participar da conversa

— Flipboard (@Flipboard) 13 de dezembro de 2022

A ideia por trás do novo recurso Notas do Flipboard é dar aos curadores de revistas a capacidade de hospedar conversas com usuários (que, antes, limitavam-se a apenas comentar sobre as partes individuais do conteúdo que são folheadas em uma revista). Isso agora acontecerá por meio de novas notas de texto que podem ser inseridas nas revistas Flipboard como painéis cor de safira, nos quais os curadores da revista podem postar perguntas e incluir conteúdo como imagens e links.

Eis por que adoro esse recurso: por um lado, ele me atrai ainda mais para as revistas que já sigo e nas quais me interesso. Digamos, por exemplo, que estou folheando as “páginas” de uma revista de viagens Flipboard que um usuário ou um editor criou. Se eu não vir nada que seja imediatamente relevante para mim – 10 coisas para fazer em Los Angeles ou onde ficar em Paris (não vou para nenhuma das duas cidades tão cedo) – é provável que continue folheando e talvez até mesmo sair da revista completamente.

As Notas são uma oportunidade para evitar que isso aconteça. Talvez o curador da Revista peça, via Nota, algumas recomendações de ótimos hotéis em Charleston, cidade que já estive inúmeras vezes. Eu não acho que seria capaz de me impedir de entrar na conversa e voila – noivado.

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

Conectando-se em torno de interesses compartilhados

“Na web, estamos lançando o Notes com uma aparência mais moderna”, explicou o vice-presidente da Flipboard, Marci McCue, em uma postagem no blog da empresa. “O novo design estará disponível no aplicativo Flipboard em seu telefone ou tablet em janeiro. As notas na web usam um layout de tela cheia que mostra a atividade de comentários para que as pessoas possam ver que há uma conversa acontecendo em sua revista.”

O Flipboard diz que em seu teste do novo recurso em revistas como The Recipe Exchange, The Travel Exchange e The Photography Exchange, que começou neste verão, houve aumentos de dois dígitos no engajamento.

“Quando começamos a desenvolver esses recursos, não poderíamos imaginar o quão oportuna seria sua introdução”, explicou o CEO da Flipboard, Mike McCue. “Adicionar a capacidade de conversar em uma revista é um passo importante em direção à nossa visão de permitir que as pessoas se conectem com outras pessoas em torno de interesses compartilhados.”

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯