Samsung Display com foco no desenvolvimento da tecnologia OLED para iPad Pro 2024

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

Com o objetivo de lançar o iPad Pro de próxima geração em 2024, a Apple pediu à Samsung Display para mudar sua prioridade de desenvolvimento e focar nos painéis OLED que a empresa de Cupertino usará para seus próximos tablets profissionais.

A informação vem de o elétrico. De acordo com a publicação, a Samsung mudou sua prioridade no desenvolvimento de painéis Gen 8 IT OLED, adiando os investimentos no método de deposição vertical de corte total que vinha desenvolvendo em parceria com a japonesa Ulvac.

Com isso, a empresa sul-coreana investirá em um método de deposição horizontal de meio corte que vem desenvolvendo com a Canon Tokki, disseram fontes familiarizadas com o assunto. Este método já é comercializado e visa fornecer painéis OLED para um futuro iPad.

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

Enquanto os modelos atuais do iPad Pro ainda oferecem uma versão com LCD e outra com tecnologia miniLED, a empresa de Cupertino pretende unificar a tecnologia de exibição usando OLED com os modelos 2024 do iPad Pro.

Em outubro, o analista de exibição Ross Young disse que a Apple ainda estava no caminho de lançar modelos OLED iPad Pro até 2024. Alguns meses atrás, perguntei a Young por que a Apple demorou tanto para mudar para OLED, na qual ele disse que “os custos estão caindo. ” O analista acredita que o desempenho dos painéis OLED melhorará nos próximos anos graças às pilhas em tandem e emissores azuis fosforescente, e os custos também cairão de fábricas maiores.

Em outro relatório, o elétrico disse que a Apple está lentamente fazendo a transição de quatro tipos de tecnologia de exibição para seus produtos. Começou com IPS LCD, depois IPS LCD com retroiluminação miniLED (disponível com o iPad Pro de 12,9 polegadas e MacBook Pro de 14 e 16 polegadas) e, em breve, OLED.

Após essa transição, a Apple finalmente mudará para microLED:

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

Apesar da semelhança de nome com miniLED, esta é uma tecnologia completamente diferente. É efetivamente uma versão muito mais sofisticada do OLED. É mais brilhante, mais eficiente em termos de energia e não sofre queimaduras. O interesse da Apple no microLED remonta pelo menos a 2014 e, embora tenha havido alguns sinais de progresso, essa tecnologia ainda está em um estágio muito inicial de desenvolvimento. Assim como o OLED, é provável que chegue primeiro ao Apple Watch, depois ao iPhone, iPad e Macs, nessa ordem.

Enquanto esperamos mais alguns anos por essa mudança, você pode solicitar o M2 iPad Pro. Ele oferece especificações semelhantes à geração mais recente, mas um processador mais poderoso.

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯