TSMC inicia produção em massa de chips de 3 nm antes do lançamento do M2 Pro e M2 Max MacBook

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

A TSMC está finalmente produzindo em massa a próxima geração de poderosos chips de 3 nm, já que o fabricante comemorou esse objetivo. Uma das principais empresas que se beneficiarão com essa conquista é a Apple, que atualmente usa um “processador aprimorado de 5 nm”, pois a tecnologia não estava pronta para o lançamento do chip A16 junto com a série iPhone 14 Pro.

“A TSMC está mantendo sua liderança em tecnologia enquanto investe significativamente em Taiwan, continuando a investir e prosperar com o meio ambiente”, disse o presidente da TSMC, Mark Liu, em uma cerimônia marcando a expansão de produção e capacidade na cidade de Tainan, no sul, coberta por Reuters.

A comemoração ocorre no momento em que a TSMC está construindo uma fábrica no Arizona, nos Estados Unidos, para produzir chips de 4nm e 3nm por lá. Apple e Nvidia são os primeiros clientes a aproveitar esta facilidade.

Em relação aos lançamentos subsequentes da Apple, espera-se que a empresa apresente um novo MacBook Pro com os processadores M2 Pro e M2 Max. Se a Apple anunciasse este produto com a “tecnologia aprimorada de 5 nm”, os ganhos de energia seriam tão modestos quanto a comparação entre os processadores de modelo básico M2 e M1.

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯

Com uma tecnologia de 3 nm, a Apple poderá anunciar melhor potência, já que essas novas máquinas de 14 e 16 polegadas não terão muito o que diferenciar da geração atual. Rumores indicam que a Apple manterá o mesmo design e portas disponíveis, pois acaba de renovar seus MacBooks mais exigentes.

Outro produto que pode se beneficiar dessa tecnologia de 3 nm é a próxima série iPhone 15 Pro. Quando a Apple anunciar o chip A17 Bionic, o chip de 3 nm estará em produção em massa por mais de seis meses. Com isso, a empresa de Cupertino também poderá aprimorar outras tecnologias, como o Neural Engine e o processamento de câmeras, já que esse chip será mais poderoso.

Dito isto, enquanto as empresas americanas começarão a tirar proveito dessa tecnologia, Reuters relata que a TSMC já está trabalhando para construir fábricas para a próxima geração de chips de 2 nanômetros, que devem ser fabricados no norte e centro de Taiwan.

⎯⎯ continua após a publicidade ⎯⎯